A força da comunicação na gestão do marketing

Tempo de leitura: 4 minutos

Inserida no Marketing, que é o responsável por toda a gestão mercadológica de um negócio, está a comunicação: ferramenta estratégica fundamental para a captar e reter clientes, gerar diferenciação e atrair resultados.

Quando falamos de Marketing, normalmente temos um consenso de que é por meio dele que conseguimos disseminar informações sobre determinado negócio. É importante lembrar, no entanto, que a sua função vai muito além dessa ideia.

O Marketing é o responsável por todas as estratégias mercadológicas para manter um produto ou serviço sustentável no mercado. Ele envolve as relações entre todos os públicos relacionados a um negócio (cliente interno e externo, fornecedores, parceiros, concorrentes, etc.), o que chamamos de stakeholders.

No conceito tradicional, o marketing é formado por quatro pilares, que sustentam a permanência de um produto ou serviço no mercado. Esses pilares, os famosos quatro P’s, (Produto, Preço, Praça e Promoção), são os responsáveis, juntos, por permitir que produtos e serviços cheguem até os seus consumidores finais.

Um desses pilares, a Promoção, diz respeito às ações estratégicas para a promoção e publicidade dos produtos ou serviços, para despertar interesse nos consumidores, gerar diferenciação e, é claro, conseguir resultados, ou seja, vender.

Assim, a comunicação organizacional tornou-se essencial para a condução de objetivos estratégicos, para a manutenção da reputação e imagem da empresa e, principalmente, para a gestão do fluxo de informações tanto interna como externa.

Na prática, diante de um rumo estratégico traçado previamente, a comunicação irá orientar e direcionar as ações da empresa para que os objetivos sejam alcançados.

Neste contexto, podemos exemplificar em como a comunicação (após análise diagnóstica feita por profissionais da área e elaboração de um planejamento consistente), pode contribuir para impulsionar as empresas a atingirem suas metas.

 

COMUNICAÇÃO INTERNA – Esse trabalho é essencial para desenvolver a equipe de colaboradores, bem como contribuir para melhorar o clima organizacional, evitando, por exemplo, fofocas (a famosa ‘rádio peão’).

A comunicação interna impulsiona o interesse dos colaboradores a crescerem em suas funções e a se comprometerem cada vez mais com resultados. Cabe ressaltar que, colaboradores necessitam de feedback, sejam eles positivos ou negativos.

Os resultados do seu trabalho necessitam ser medidos e expostos, para que eles se sintam cada vez mais parte integrante da engrenagem de funcionamento da empresa. Esse trabalho está também, muito ligado ao RH da organização.

Soluções e ações: Jornais e boletins (impresso e digital); reuniões periódicas; festividades; comunicados; intranet; grupos do WhatsApp ou Facebook; jornais-mural.

 

COMUNICAÇÃO EXTERNA – Esse trabalho, normalmente, é o que mais “aparece”, pois é o que comumente vemos em forma de publicidade. É importante destacar que a observação e a estreita relação com os stakeholders são indispensáveis para que esse trabalho seja feito.

É por essa comunicação que os consumidores terão acesso à imagem da empresa, tem a ver com imagem e a reputação.

Soluções e ações: site institucional bem elaborado e interativo com diferentes plataformas; assessoria de imprensa; relações públicas; merchandising; publicidade constante; identidade visual clara e concisa; presença nas mídias sociais (Facebbok, instagram, Twitter, Linkedin, Pinterest, YouTube, Snapchat, Google +, etc.); promoções interativas; ações de marketing direto; atendimento diferenciado; publicações (revistas, jornais, anúncios); interação e participação de ambientes de convívio social do público (patrocínios, eventos, etc.); SAC.

Essas estratégias devem ser elaboradas em todas as empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte, com devidas modificações, dados os diferentes ramos de atuação, porte, etc. Deve ser coordenado por um profissional com amplo conhecimento em marketing e comunicação.

Agências de publicidade são importantes e ajudam, mas como o próprio nome diz, são responsáveis por auxiliar na criação e no agenciamento da publicidade. Elas devem seguir objetivos estratégicos previamente traçados, que vem da empresa. As agências garantem bons resultados, mas desde que amparadas por esse direcionamento da empresa.

Por todo o exposto, para que as empresas alcancem os resultados almejados é extremamente importante que exista a figura do profissional de marketing ou, em alguns casos, uma boa consultoria, mas o mais importante é entender que não se deve investir em comunicação sem conhecer o seu real objetivo, os reais problemas que perpassam o seu mercado e, principalmente, sem entender como ele funciona.

Comente